segunda-feira, dezembro 05, 2005

Desejo

Sentamo-nos no café à espera que alguém nos pergunte: O QUE DESEJA?
A minha vontade é dizer TUDO: o que desejo, quem desejo, o que desejo que quem desejo faça com o meu desejo, o que vou passar a desejar se a pessoa que desejo não for ao encontro dos meus desejos... enfim.....

A frustração de uma vida: respondo:
- Quero um café e um cinzeiro, por favor!

O empregado tráz o café mas esqueceu-se do cinzeiro.

Moral da História: nem os desejos mais pequenos, nos satisfazem! Arre! Mundo complicado este!

3 comentários:

Pablo disse...

huahuahuahua!
Adorei.
Que coisa! Que capacidade de síntese que tens!
Adorei o texto e o bom humor, apesar da falta do que lhe apetece e do desejo de frustação implícito!
Pelo menos sobrou um torrão de bom humor nesta história toda!

E o café, pelo menso estava bom?

Abraço.

talvez um dia nos encontremos por aí disse...

Estava muito bom.... café pelo menos vai ao encontro dos meus desejos ainda fáceis de realizar!

Pablo disse...

Que bom. Tudo o que eu queria hoje era passar o dia em casa!
Sequei meia garrafa de uísque!
Ai ai ai!
Abraço.